quinta-feira, 10 de abril de 2014

O relato de uma amiga

A Lu é uma amiga que conheci através do blog. Ela entrou em contato comigo naqueles momentos de altos e baixos que vivemos durante o tratamento. E agora ela vem dividir com a gente a melhor parte: o nascimento da sua boneca, a Leticia.

" Dia 06/02/14  - 5hs da manhã acordei com meu barrigão de 9 meses fui ao banheiro como fazia todas as madrugadas durante os últimos meses, e quando voltei pra cama, senti algo vazando sem parar das minhas pernas, pensei xixi não pode ser, acabei de voltar do banheiro, era um volume bem grande de liquido que eu não controlava quando descia, então caiu a ficha a bolsa rompeu...chamei o marido e falei “ amor a bolsa rompeu” ele deu um pulo da cama perguntou o que deveria fazer, eu disse pegue as malas coloque no carro que vou ligar pro medico, chegou a hora nossa menina ta chegando, começou a correria eu liguei pro medico ele disse vá pra maternidade que logo chegarei la, então meu marido veio fui me levantar e começou a escorrer uma verdadeira cachoeira, então pega toalha, anda devagar entra no carro e la vamos nós, saímos do portão do condomínio meu marido pegou na minha mão e começamos a rezar, e foi um trajeto super emocionante pq choramos, rezamos, meu marido errou as ruas que ele conhecia mto bem rs, até que finalmente chegamos na maternidade, eu confesso que estava calma, ansiosa porem calma, entramos na maternidade eu com a cachoeira no meio das pernas, faz pré exame, o medico disse que eu tava sem dilatação e tbm sem contrações eu não sentia dor nenhuma, me encaminhou pra sala de pré parto e disse aguarde seu medico chegar que vai nascer hj, nessa hora comecei a chorar, a DPP estava prevista para 20/02, porem ela escolheu seu dia, minha baixinha queria logo vir ao mundo, então vamos la... 

Aquela manhã na maternidade estava atípica, gravidas por todos os cantos, enfermeiras correndo, tinham 14 isso mesmo 14 partos para aquele dia, mudança de lua e o baby boom, eu na sala de parto, observando e ouvindo cada choro de cada bebe que nascia e não via a hora de chegar minha vez  e foram chegando grávidas e mais grávidas, e eram 10hs chegou a enfermeira e disse que meu medico logo chegaria...ai meu Deus eu ali desde as 6hs da manhã  já eram 10hs, e ouvindo os bebes nascendo e querendo logo ver minha princesa, 11hs deixaram meu marido ficar ali comigo, uffa alivio alguém p dividir toda aquela ansiedade comigo, fomos fazer a eco e estava tudo bem com a gatinha apesar de tanto liquido que eu tava perdendo ainda tinha bastante, então voltamos pra sala de pré parto, veio outra enfermeira e falou 13hs será sua cesárea...fiquei la olhando pro relógio quando foi 13hs meu medico chegou porem  entrou uma outra grávida na minha frente por ser um caso de emergência, meu medico avisou que voltaria depois pois não tinha anestesista nem sala de parto naquele momento e iria demorar...eu confesso que não fiquei nervosa, apenas continuava ansiosa, o marido tbm super ansioso sempre junto, quando eu começava a querer ficar nervosa ele falava, amor já esperamos tanto passamos por tanta coisa, que falta pouco, calma, quando ele me disse isso, veio um filme na minha cabeça dos anos lutando contra infertilidade, das cirurgias que eu tinha feito por conta da endometriose, da perda que tivemos, do inicio do  da FIV onde tudo começou, das injeções, dos 10 dias até fazer o beta, enfim pensei é isso mesmo lutamos tanto pra chegar até aqui que falta tão pouco vamos esperar  calma...então 16.40hs começaram a me preparar, e as 17.45hs fui pra sala de parto, naquela hora minhas pernas tremiam, meu coração acelerado, veio meu medico e disse vamos la que chegou a hora, vamos conhecer a Leticia, veio anestesista começou a conversar e me acalmar, logo estava eu deitada, vários médicos a minha volta, entrou o marido, quando chegou do meu lado começou a chorar muito, afinal nossa menina ta chegando, enfim foi tudo muito rápido, e logo falaram vamos abaixar o tecido pra vc ver ela nascer, 18.02hs  abaixaram e eu vi minha princesa vir ao mundo com seu chorinho mais fofo e lindo, todos falam é a maior emoção da vida, mas so quem passa pra saber não tem como descrever tamanho sentimento de amor ao ver aquele pequeno ser saindo de você, um milagre de divino, o milagre da vida...eu que muitas vezes tinha chorado ao pensar que não poderia ser mãe, ver aquela cena foi demais, minha filha saindo de mim, estar vivendo aquele momento o inicio da minha família não tem como explicar apenas agradecer a Deus por me dar o melhor presente do mundo minha filha.

Enfim o relato foi grande, mas queria dividir esse sentimento de amor, e deixar um recado para as mulheres que lutam tanto para engravidar que não desistam, vão atrás dos seus sonhos, hoje minha filha tem 1 mês e toda vez que olho pra ela vejo que valeu a pena passar por tudo e faria tudo de novo, eu muitas vezes nos precisamos mesmo passar por dificuldades pois  essas nos tornam mais maduros, mais fortes pra seguir em frente, apesar de no momento não entendermos nada apenas nos queixarmos das dificuldades, passar por um processo de FIV não é fácil envolve muitos sentimentos, muito gasto energético, gasto financeiro, mexe com nossa esperança, mas também é capaz de nos ajudar a trazer ao mundo nossa semente, agradeço todo apoio que tive da Lily nesse processo, cheguei a escrever algumas vezes pra ela fazendo desabafos, depois escrevi pra ela torcer por mim na FIV, e assim foi essa Tia virtual me acompanhou e acompanha até hoje, queria dizer que é muito importante ter o apoio de quem passou pelo mesmo que nós, que ajuda a seguir em frente, sacudir a poeira e dar a volta por cima, e que dificuldades sempre vão existir porem alegrias estão por vir, e que muitas vezes questionamos a Deus e não entendemos o porque de algumas coisas ruins acontecerem conosco, mas devemos  confiar e acreditar que algo muito bom esta por vir e que tudo tem sua hora.

Quero deixar um recado pra quem luta pra ter um filho, tentantes corram atrás de nunca desistam, a maternidade nos transforma e nos enche de amor, e também nos ensina muita coisa, pois não é fácil no começo, mas é gratificante e quando forem passar pela FIV escolham um momento de calma, afinal também precisamos nos preparar pra trazer uma criança ao mundo, tentem pensar que tudo que tinha que fazer já foi feito, não adianta sentimentos negativos e nem ansiedade, sei que é difícil, mas é preciso estar com coração aberto e calmo,  e pensar sempre que tudo vai dar certo e uma hora vai dar sim.
Beijos Lu."

Lu, muito obrigada por dividir com a gente este dia maravilhoso! E meninas, como eu sempre digo e ela acabou de dizer também, não desistam! A hora de vocês vai chegar!

Lu e sua família linda!
A Lele não é uma boneca?

Gabi com 3 anos e Lele com 2 meses.

4 comentários:

  1. Emocionante!!
    Muita saúde para a pequena Leticia!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelo carinho Lily ♥ muito feliz ver minha historia no blog espero que ajude outras mamães :)
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu, você é super bem vinda por aqui! Beijos.

      Excluir
  3. No fim tudo valeu a pena! Vcs merecem tudo de melhor nesse mundo!

    ResponderExcluir